fbpx

Você sabe como ocorre a gestação canina?

Como acalmar seu cachorro durante as festas de ano novo
7 dezembro, 2018
Seu animal está obeso? Veja como reverter a situação
19 dezembro, 2018

Filhote é bom demais, né? Ter uma casa cheia cachorrinhos pode ser a alegria de muitos tutores, mas a gestação canina precisa de muitos cuidados e atenção para ocorrer da forma mais saudável possível. Se sua cadela está esperando cachorrinhos, e você não tem a mínima ideia do que fazer, não se preocupe! Confira as dicas que separamos para tornar esse momento ainda mais especial:

Primeiro, pense se a gestação é realmente ideal

Muitos tutores escolhem por cruzar seus animais. Porém, é importante refletir antes sobre os impactos que essa decisão tem. Há vários cachorrinhos abandonados ou para adoção, será que uma ninhada a mais não representa menos lares para animais de rua? Você tem para quem doar os cachorrinhos que nascerem? Além disso, a castração é uma ótima solução para evitar diversos problemas de saúde e comportamentais dos cães, tanto dos machos como das fêmeas! Confira o nosso post sobre o assunto.

Entenda como funciona a gestação canina

Se você refletiu e optou pela cruza, ou resgatou uma cadelinha já prenha, é bom entender como toda a gravidez acontece. As fêmeas podem engravidar a partir do primeiro cio, normalmente depois dos 6 meses de idade. Uma vez prenha, a gestação da cadela dura em média 63 dias, podendo haver variação na data do nascimento entre 58 e 68 dias, mas no geral, são dois meses até que os filhotes estejam prontos para nascer. Depois de 25 dias do cruzamento, já é possível realizar um exame de ultrassom para saber se a fêmea está mesmo prenha. Com 35 dias, o veterinário já consegue realizar exames de toque pelo abdômen e saber quantos filhotinhos vão nascer.  A média é de seis cachorrinhos por ninhada, mas isso pode variar de acordo com a raça e porte do animal. O ideal é que você consulte seu veterinário sobre todos estes detalhes.

 Cuidados durante a gestação

Agora que sua cachorrinha está carregando filhotinhos, a alimentação e o exercício merecem atenção especial. O indicado é que a fêmea passe a ingerir uma ração especial para filhotes, com mais nutrientes e vitaminas. Se ela estava acostumada com exercícios diários, esses devem continuar, porém em menor intensidade. Se antes os passeios duravam 20 minutos, durante a gestação devem durar 10.

Como toda grávida, é normal que a cadela engorde. Mas o tutor deve ficar atento ao peso e a quantidade de ração, já que o peso em excesso pode causar complicações na saúde do animal depois do parto.

 Alguns dias antes do parto

Tente acompanhar as datas da gestação. Assim, você estará preparado para ajudar quando a hora do nascimento chegar!

Mais ou menos uma semana antes do parto, a cadela já começa a apresentar um comportamento diferente. É normal que ela fique mais reservada e encolhida em cantos, pois o instinto é de proteger os recém nascidos.

Tente providenciar um local seguro e aconchegante para que a futura mamãe fique tranquila e segura. Cobertores e colchonetes devem ser colocados em um ambiente sem muito fluxo de pessoas e animais, de preferência com luminosidade mais baixa e protegidos do vento, frio, calor e chuva.

 Na hora do parto

Quando chegar a hora, sua cadela dará sinais claros de que está pronta para dar a luz. É normal que ela fique mais agressiva, e sofra contrações fortes que fazem com que o animal encolha todo o abdômen, como se estivesse fazendo força para vomitar.

Nesse momento, ajude-a a chegar no local ideal para o nascimento, e providencie alguns materiais que podem ser necessários, como toalhas e água morna para limpar os cachorrinhos.

O tempo do parto pode variar muito, e é possível que a fêmea descanse por algumas horas antes mesmo de terminar. Porém, se o tempo entre o nascimento dos filhotes for muito longo, ou se a cadela sofrer mais de três grandes contrações sem o nascimento de um cachorrinho, o ideal é que você procure ajuda imediatamente.

Para evitar imprevistos e complicações, converse com o veterinário alguns dias antes do final da gestação, assim, você terá todas as informações necessárias para enfrentar qualquer dificuldade.

 Depois do parto

Depois que todos os filhotinhos nasceram, o ideal é deixar a mãe amamentar e cuidar das crias em paz. Se a cadela não realizar o procedimento de limpeza, que envolve lambidas constantes nos recém-nascidos, limpe-os com uma toalha e água morna até que todo o sangue seja removido.

Se você perceber que algum dos cachorrinhos está com dificuldade para mamar, coloque-o na posição certa, e fique atento a qualquer complicação com a nova mamãe.

Deixe comida e água próximos ao local em que a fêmea está, e evite ao máximo pegar nos filhotes durante os primeiros dias. É normal também que o animal fique mais agressivo e protetor em relação aos bebês.

 

Agora é só aproveitar esse momento de alegria! E se precisar de alguma ajuda, conte com os veterinários do Pet Doctor!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *