fbpx

Sangue nas fezes do seu cachorro: o que pode ser?

5 dicas para fazer uma festa de aniversário para o seu pet
3 maio, 2018
Tudo o que você precisa saber antes de viajar com o pet
3 maio, 2018

Desde falta de água a doenças graves, a presença de sangue nas fezes do seu cachorro pode ser causada por vários fatores. As fezes de um cão saudável devem ser firmes e úmidas; ao reparar que o cocô do seu pet está anormal, procure um veterinário imediatamente, pois somente um profissional poderá avaliar se a situação é realmente grave.

Principais causas

– Falta de água: assim como em nosso organismo, a falta de água faz com que os cachorros fiquem desidratados, o que ocasiona a produção de fezes ressecadas e duras. Isso faz com que o seu pet sinta dor ao evacuar e até machuque o reto no processo, liberando sangue em suas fezes;

– Alimentação inadequada: se o seu pet não está se alimentando bem ou passou por uma recente mudança de dieta, é muito provável que ele sofra com a prisão de ventre ou com diarreias frequentes. Ambos os casos podem fazer com que seu cachorro evacue sangue;

– Ingestão de objetos perfurantes: ao engolir algum osso ou objeto que tenha ponta, seu cachorro pode machucar a parede do intestino, em casos mais graves chegando a tirar sangue do órgão, o qual vai se acumular nas fezes do seu bichinho.

– Parasitas: a presença de parasitas no organismo do cachorro é uma das causas mais frequentes do aparecimento de sangue nas fezes. Estes parasitas podem ser vermes, vírus, bactérias ou protozoários, sendo o principal deles o vírus da Parvovirose.

O que fazer?

Ao perceber sangue nas fezes de seu cachorro, é imprescindível que você o leve a um veterinário. Lembre-se que automedicar o seu pet pode ser prejudicial à saúde dele. Se o problema for menos sério, como a presença de vermes no organismo do seu pet, a situação pode ser facilmente resolvida com o uso de vermífugos.

Se o sangue for causado por fezes muito ressecadas, uma boa opção é fazer seu dog tomar mais água, dessa forma ficará mais hidratado e seu cocô terá aparência mais saudável. Agora, os problemas mais graves, por exemplo a Parvovirose, devem ser diagnosticados o mais rápido possível para que o tratamento seja efetivo.

Confira mais dicas na semana que vem no blog do Pet Doctor!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *