fbpx

Pet no Carnaval? Confira algumas dicas e cuidados durante a folia!

Macho ou Fêmea: o que levar em consideração na hora de adotar
4 fevereiro, 2020
Linguagem corporal dos gatos: entenda o seu pet
4 fevereiro, 2020

Você pretende levar seu pet para curtir a folia com você? Então confira algumas dicas de cuidados que você precisa ter com o seu pet no Carnaval!

Cuidado com o sol e o calor

O calor e a temperatura do asfalto são grandes inimigos para o seu cachorro. Se o solo estiver muito quente pode queimar as patinhas do pet, deixando-as desidratadas e com rachaduras, facilitando a entrada de fungos e bactérias, além de deixar o animal com muita dor. 

Por isso, sempre preste atenção na patinha do seu cachorro. Se ele estiver lambendo-as excessivamente, pode ser um sinal de desconforto!

A exposição excessiva ao sol também pode causar problemas de pele no bichinho, e até casos de câncer de pele. Por isso, prefira sair em horários de menos sol e dê preferência a lugares com grama e sombra.

O calor pode ser ainda pior para raças braquicefálicas, como o pug e o buldogue, já que o focinho achatado dificulta a respiração e refrigeração natural do animal. 

Mantenha-o hidratado

Se você e seu pet vão passar algum tempo longe de casa, não esqueça de mantê-lo hidratado! Sempre tenha em mãos uma garrafinha de água e algum recipiente em seu cão possa beber quando tiver vontade. Alguns pets podem aceitar outros líquidos, como a água de coco, mas deixe essa oferta para os dias de calor intenso.

Preste atenção no barulho

Música alta, crianças gritando, pessoas cantando… tudo isso pode deixar seu pet agitado e com medo. Em alguns casos, os cães podem começar a latir excessivamente ou até ficarem mais agressivos e tentar fugir. Prefira lugares mais calmos e silenciosos para a aproveitar a companhia do seu cão!

Escolha a coleira ideal 

Se você levar seu cão em um lugar com muitas pessoas e outros animais, pode ser que ele fique exaltado ou até assustado, por isso escolher a coleira ideal garante que o passeio seja mais agradável e seguro para todos.

Existem vários modelos: peitoral, coleira tradicional e até focinheira. Conheça todos eles e as vantagens de cada um neste post

Vale lembrar que alguns cães devem usar a focinheira obrigatoriamente, como o mastim napolitano, rottweiler e pitbull.

Cuidado com fantasias e adereços

Você vai fantasiar seu pet no Carnaval? Escolha tecidos finos e leves que não atrapalhem a mobilidade do animal e que não cubram partes importantes do corpo, como ouvidos, olhos e focinho. 

Não é indicado pintar ou tingir o pelo do animal. Isso pode provocar diversas reações alérgicas e problemas de pele em seu pet. 

Avalie se o local é seguro para o seu pet 

Antes de sair de casa, pense: estou levando meu pet para um lugar seguro? Bloquinhos com muita gente ou festas noturnas podem apresentar diversos perigos: o pet pode fugir e se perder, pisar ou comer algum objeto estranho que está no chão, ser pisoteado, ficar estressado com o barulho e quantidade de pessoas e, na pior das hipóteses, até ser roubado!

Sempre escolha curtir o Carnaval com segurança, para você e seu amiguinho!


Seu Carnaval vai ser na praia? Confira essas dicas de cuidados com seu pet!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *