fbpx

Pet com depressão. O que fazer?

5 melhores raças de cão para apartamento
8 fevereiro, 2018
Vermífugos e vacinas dos pets: saiba como e quando dar
8 fevereiro, 2018

Se é complicado saber se um ser humano tem depressão, imagine um cachorro? Por isso, você precisa ficar atento a alguns sinais como agitação, tristeza ou estresse. Normalmente, a doença é causada por uma alteração brusca na rotina, como a mudança de dono, por exemplo.

A morte de um membro da família ou de um outro animal do convívio, a chegada de um novo pet, violência, acidente domésticos, não passear com frequência e ficar por longos períodos sozinho também são agentes causadores da depressão.

Outro ponto muito importante é compreender as necessidades fisiológicas e psicológicas do cão, que são diferentes das nossas. Oprimir ou brigar sem motivos reais pode causar depressão no animal.

Sintomas clínicos

Agora que você conhece as principais causas da depressão nos cães, confira os principais sintomas clínicos:

– Perda de apetite

– Olhar tristonho

– Apatia

– Isolamento

– Intolerância

– Mastigação de partes do corpo

Como ajudar?

Você é a principal pessoa que pode ajudar o seu bichinho a melhorar. Ao notar que ele está triste, dê atenção, dedique-se a ele, converse e dê afeto. Ofereça petiscos e leve ele com você nas atividades sempre que possível. Deixe brinquedos próximo a ele e coloque uma música quando ele ficar sozinho. Leve o cãozinho para passear sempre que possível e faça brincadeiras diferentes.

Tratamentos alternativos

Você também pode tentar fazer tratamentos alternativos com florais caninos, por exemplo. O seu veterinário pode auxiliá-lo com o tratamento e, dependo do caso, receitar uma medicação mais específica.

Evite o problema

Pode ser que você adote um cãozinho que já tenha um histórico de traumas e, por consequência, precise lidar com a depressão. Caso contrário, se você é o primeiro tutor do seu cachorro, evite o problema cuidando, dando amor e toda a estrutura necessária para que ele viva bem e seja saudável.

Se precisar de orientações, conte com o Pet Doctor para te ajudar!

Os comentários estão encerrados.