fbpx

O que são as zoonoses?

Pós-operatório da castração: dicas para cuidar do seu pet
Pós-operatório da castração: dicas para cuidar do seu pet
15 dezembro, 2020
O que é o pedigree de um cachorro?
O que é o pedigree de um cachorro?
15 dezembro, 2020
O que são as zoonoses?

Se você tem um pet em casa, provavelmente já ouviu o termo “zoonose” em algum momento, seja em uma consulta veterinário ou em pesquisas na internet.

As zoonoses são doenças que podem ser transmitidas de animais para humanos, ou vice e versa, causadas por bactérias, parasitas, fungos ou vírus que utilizam pessoas ou animais como hospedeiros definitivos ou intermediários, ou seja, causando ou transmitindo a doença. De acordo com a OMS, mais de 200 doenças entram nessa classificação.

As zoonoses são classificadas de acordo com a transmissão:

  • Antropozoonoses: doenças que acometem principalmente os animais, mas podem, eventualmente, acometer seres humanos. Exemplo: raiva, sarna, toxoplasmose, leptospirose.
  • Zooantroponoses: doenças que acometem principalmente humanos, podendo, eventualmente, acometer animais. Exemplo: tuberculose,
  • Anfixenose: doenças que atingem animais e humanos na mesma intensidade. Exemplo: esporotricose, doença do carrapato.

No caso dos animais domésticos, as antropozoonoses são a maior preocupação, pois podem ser transmitidas por cães ou gatos contaminados, tanto para o tutor como para outros pets. Confira as mais comuns e saiba como prevenir tanto seu pet como outras pessoas.

Raiva

Causada por vírus do gênero Lyssavirus, da família Rhabdoviridae, a raiva gera distúrbios no sistema nervoso central. Assim como os cães, os gatos podem transmitir a raiva para os seres humanos e, infelizmente, essa doença não tem cura para nenhum dos três.

A contração da zoonose acontece por meio da mordida do animal contaminado e, em alguns casos mais raros, por meio do contato com fezes e urina. 

A única forma de prevenir a raiva no seu pet é pela vacinação. A vacina antirrábica pode ser aplicada em cães e gatos a partir dos três meses de idade, e deve ser reforçada anualmente. Para os humanos, a raiva não tem vacina. Por isso, se você for mordido por um cachorro desconhecido, procure imediatamente um hospital ou unidade básica de saúde.

Leptospirose

A Leptospirose é transmitida por meio do rato de bueiro, o principal hospedeiro da bactéria, mas também pode ser contraída pela ingestão da água ou alimentos contaminados. 

Tutores que moram em casa devem ter cuidado redobrado com a ração e os comedouros dos pets, principalmente se ficarem na área externa. O rato é um animal territorialista e pode acabar urinando nos pertences do cão ou gato, facilitando a transmissão. Quando o pet está contaminado, também se torna um transmissor da doença, já que elimina a bactéria nas fezes, sangue, urina e outras secreções.

A infecção ocorre quando a bactéria entra em contato com as mucosas: boca, nariz, ouvidos e olhos. No caso dos gatos, pode ocorrer a transmissão direta, quando o felino caça um rato doente. Nos tutores, o contágio normalmente acontece durante o manuseio do pet, limpeza de ambientes como caixa de areia, quintal ou tapete higiênico, comedouros e contato com ração contaminada. Se o cão ou gato lamber o tutor em regiões de mucosa, também pode transmitir a bactéria. 

Sarna

A sarna é uma doença de pele comum em cães. Existem três tipos de sarnas causadas por diferentes agentes e com características específicas. Confira:

·  Sarna Demodécica: conhecida também como sarna negra, é causada pelo ácaro Demodex canis, um parasita que já está presente normalmente na pelagem canina. Também pode ser transmitida de mãe para filhote no período de amamentação.

·  Sarna Sarcóptica: é o tipo de sarna mais comum entre os pets. Também conhecida como escabiose, é causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei. Nesse caso, os cães contraem a doença quando entram em contato com outros animais infectados, já que esse ácaro não é natural dos pets.

· Sarna Otodécica: essa sarna é mais específica e atinge o ouvido do cachorro infectado. Causada pelo Otodectes cynotis, também é contagiosa e só aparece se o cachorro tiver contato com um animal que tenha o parasita. Ela também é uma doença comum em gatos.

Dos três tipos de sarna, apenas a sarna sarcóptica pode ser transmitida para o humano em caso de contato com o animal contaminado.

Nesses casos, o tratamento deve ser feito por um médico dermatologista, e consiste no uso de antibióticos e pomadas tópicas. Os principais sintomas são coceira localizada e presença de pápulas, principalmente em locais de dobras e junções.

Toxoplasmose

A toxoplasmose é uma zoonose causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii, que pode ser encontrado nas fezes de felinos infectados, mas também, em carnes cruas infectadas, verduras mal lavadas e até em água contaminada. 

A toxoplasmose preocupa principalmente mulheres grávidas, já que a zoonose pode interferir na formação do feto. Mas isso não significa que elas não possam entrar em contato com gatos, ou mesmo que precisem evitar o bichinho de estimação, afinal, nem todos os gatos podem passar doenças para os humanos, apenas os contaminados. 

Para proteger seu pet e sua família das antropozoonoses, é fundamental manter a vacinação e a higiene do animal em dia. Consulte um de nossos veterinários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *