fbpx

O que levar em conta antes de adotar um cachorro?

gravidez psicológica canina
O que é gravidez psicológica canina?
1 setembro, 2020
FIV: tudo sobre essa doença felina
FIV: tudo sobre essa doença felina
29 setembro, 2020
O que levar em conta antes de adotar um cachorro?

Adotar um cachorro é um grande acontecimento para muitas famílias! A partir do momento em que um pet começa a morar na casa, muitas coisas podem (e vão) mudar: rotina, divisão de espaço e cuidados com a limpeza são só alguns exemplos. Até o orçamento mensal pode sentir uma diferença.

Por isso, antes de adotar um cachorro, é preciso ter em mente de que essa é uma decisão com impactos a longo prazo, já que alguns pets podem chegar até os 18 anos de vida.

Confira abaixo alguns pontos que devem ser considerados antes de adotar um cachorro:

Orçamento

Você já parou para pensar em quanto custa ter um pet? Essa é uma questão que deve ser levada em conta antes da adoção de qualquer bichinho.

Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação, Abinpet, apontou que no caso de cachorros de porte médio, de 11 kg a 25 kg, o gasto mensal pode chegar a aproximadamente R$ 278. Para os cálculos, foram considerados gastos com ração, banho e tosa uma vez por mês, veterinário (três consultas por ano), antipulgas (uma vez por mês), vacinas (uma dose por ano) e vermífugos (duas vezes ao ano). É claro que os valores podem ser maiores ou menores de acordo com a cidade, raça e idade do animal.

A hora da escolha

Ao decidir adotar um cachorro, também é necessário escolher entre diferentes portes, personalidades e raças. Na maioria das vezes, os adotantes preferem filhotes, mas existem muitas vantagens em adotar um pet adulto, principalmente se você não tem muito tempo disponível para educar o pet! Tudo isso deve ser levado em conta antes de tomar uma decisão. A escolha entre macho e fêmea também é importante. Confira esse post especial sobre o assunto!

Se você tem crianças em casa, a escolha deve ser ainda mais criteriosa! Vale lembrar também que será necessário ensinar o pequeno a conviver e respeitar o pet.

Impactos na rotina da casa

Cachorros são animais como qualquer outro, e por isso, fazem bagunça, latem, fazem xixi e cocô (e nem sempre no lugar certo), precisam comer, tomar água, passear, e mais do que tudo, precisam de atenção constante.

A chegada de um pet impacta profundamente a rotina da casa, e os primeiros meses são os mais difíceis, já que o tempo de adaptação ao novo lar pode variar para cada animal. 

Responsabilidade 

Você está preparado para arcar com todas as responsabilidades que vêm junto com o seu novo cãozinho? Adotar um cachorro também é se comprometer a arcar com os custos das vacinas, consultas veterinárias, remédios, brinquedos, ração, entre outras coisas. Mas além disso, a responsabilidade também está na limpeza do local em que o pet fica, na higiene, nos cuidados, na atenção, e claro, no amor que ele precisa!

Adotar um cachorro não é uma decisão fácil! Por isso, se você não pode ter um pet em casa, não deixe de conferir outras maneiras de ajudar milhares de animais que estão à procura de um lar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *