fbpx

Miados excessivos: o que pode ser?

raças de cachorros gigantes
Raças de cachorros gigantes: conheça algumas!
3 julho, 2020
tudo sobre leptospirose
Leptospirose: saiba tudo sobre essa doença em pets
3 julho, 2020
miados excessivos

Quem convive com um gatinho em casa com certeza já se deparou com momentos de miados excessivos. Essas situações podem acontecer por diversos motivos, e nos mais diferentes horários, mas nem sempre é fácil para o tutor entender o que o pet está querendo dizer.

Para te ajudar, separamos algumas possíveis razões para os miados excessivos do seu gato. Confira:

Miados excessivos de madrugada

Gatos são animais de hábitos noturnos, e é normal que passem mais tempo dormindo de dia e acordados durante a noite. Mas os miados de madrugada podem se tornar um verdadeiro incômodo para os habitantes de casa.

Nesses casos, os miados excessivos podem ter diversos motivos: fome e sede são os principais, mesmo que o pet tenha acesso a água e ração.

Os gatos têm um paladar muito exigente, e por isso, não gostam de água parada e comida velha no comedouro. Prefira colocar menores quantidades de ração e trocar mais vezes por dia, ou definir horários fixos de alimentação. Quanto à água, o ideal é mantê-la sempre fresca e em local arejado. Se mesmo assim seu gato não estiver se hidratando corretamente, ou se recusando a beber água, bebedouros no estilo fonte podem ser uma alternativa, já que mantêm a água corrente e sempre fresquinha. 

Caixa de areia suja

A limpeza da caixa de areia pode ser outro motivo possível pelo qual seu gato não para de miar. 

Gatos são animais naturalmente higiênicos, e por isso, não gostam de frequentar ambientes sujos, incluindo a caixinha de areia. O recomendado é sempre ter uma caixa a mais do que o número de gatos na casa. 

Cio

Quando estão no cio, as gatas tendem a miar mais do que o normal, justamente para atrair a atenção de gatos das redondezas. Machos também podem ficar mais agitados na presença de uma fêmea no cio.

Em ambos os casos, manter o animal dentro de casa é fundamental, principalmente se ele não for castrado. A fuga em épocas de cio é extremamente comum, e pode resultar em brigas, acidentes e ninhadas indesejadas.

Dor

Reconhecer sinais de dor em gatos não é uma tarefa fácil, afinal, esses pets são discretos e, muitas vezes, é difícil entender a mensagem que estão tentando passar

Miados excessivos podem significar dores passageiras e emocionais, como fome, sede, carência, tentativa de sair ou entrar em algum local etc., contudo, se eles não passarem, é melhor consultar um veterinário.

Tédio

Se seu gato está olhando para você e miando sem motivo aparente, pode ser que ele só esteja querendo chamar a sua atenção. Invista em brinquedos, exercícios e arranhadores para que o gato possa se distrair quando estiver sozinho. 

Se mesmo assim os miados excessivos persistirem, consulte um de nossos veterinários. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *