fbpx

Gatos podem passar doenças para os humanos?

Como deixar seu cachorro mais calmo
29 outubro, 2019
Meu gato precisa ser tosado no verão?
12 novembro, 2019

Os gatos carregam vários mitos e estereótipos consigo: alguns são mais conhecidos (mas nem por isso verdadeiros), como dizer que eles sempre caem de pé, e outros chegam a afirmar que os gatos podem passar doenças para os humanos. Mas até que ponto isso é verdade? 

 

Existem sim algumas doenças que podem ser transmitidas para as pessoas, as chamadas zoonoses, como a toxoplasmose, raiva, esporotricose e doença da arranhadura. Mas isso não quer dizer que todos os felinos transmitem doenças e que você não possa contraí-las de outras maneiras. Para esclarecer esse “mito”, separamos algumas zoonoses para você entender melhor o que elas são, e saber como prevenir a contaminação.

 

Toxoplasmose

A toxoplasmose é causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii, que pode ser encontrado nas fezes de felinos infectados, mas também, em carnes cruas infectadas, verduras mal lavadas e até em água contaminada. Assim como os humanos, os gatos só contraem a toxoplasmose por meio do contato com alimentos infectados com o protozoário.

 

A toxoplasmose preocupa principalmente mulheres grávidas, já que a doença pode interferir na formação do feto, mas isso não significa que elas não possam entrar em contato com gatos, ou mesmo que precisem evitar o bichinho de estimação, afinal, nem todos os gatos podem passar doenças para os humanos, apenas os contaminados. 

 

Para evitar que seu pet fique doente, acostume-o a ficar dentro de casa e sem muito acesso a áreas externas, onde ele pode caçar e se alimentar de lixo, insetos e passarinhos. 

 

Raiva

Assim como os cães, os gatos podem transmitir a raiva para os seres humanos, e infelizmente, essa doença não tem cura para nenhum dos dois.

 

A raiva é causada por um vírus, e a contração acontece por meio da mordida do animal contaminado, e em alguns casos mais raros, por meio do contato com fezes e urinas. Cães e gatos podem ser infectados por outros animais, inclusive por morcegos que carregam o vírus. 

 

A única forma de prevenir a raiva no seu pet é pela vacinação. A vacina antirrábica pode ser aplicada em cães e gatos a partir dos três meses de idade, e deve ser reforçada anualmente. 

 

Esporotricose

A esporotricose é causada por um fungo chamado Sporothrix schenckii, que fica alojado no solo, vegetais, espinhos e materiais contaminados. Assim como a toxoplasmose, essa doença também é mais comum em gatos que ficam ao ar livre, e pode ser transmitida por meio da mordida ou de arranhões. Quando não identificada no começo, a esporotricose pode levar o felino à morte. 

 

Doença da Arranhadura

Uma das maneiras que os gatos podem passar doenças para os humanos é pelo arranhão, e a doença da arranhadura é a de contaminação mais fácil, mas também, de tratamento mais simples para o pet e tutor.

 

Ela surge quando o gato é contaminado por uma pulga infectada com a bactéria Bartonelose, por isso, é muito importante manter o seu pet sempre limpo e protegido contra parasitas, principalmente se ele tem acesso a áreas externas da casa. Nos felinos, a doença não é grave e não apresenta sintomas. Já nos humanos, o arranhão do gato infectado pode deixar a região inchada e vermelha, além de causar dores de cabeça e febre. 

 

O tratamento é feito com antibióticos e compressas de água quente no local arranhado.

 

Mantenha seu gato sempre saudável com visitas regulares ao veterinário. Conheça nossos serviços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *