fbpx

Como acostumar dois gatos juntos

Câncer de pele em cães: o que você precisa saber
Câncer de pele em cães: o que você precisa saber
30 novembro, 2020
Dicas para cuidar de um filhote de cachorro
Dicas para cuidar de um filhote de cachorro
30 novembro, 2020
Como acostumar dois gatos juntos

Você já tem um gatinho em casa e está pensando em adotar outro? Os felinos podem ser grandes companheiros, mas é preciso alguns cuidados na adaptação. Confira algumas dicas para acostumar dois gatos juntos!

Antes da adoção

Se você decidir levar um novo gato para casa, leve em conta a personalidade dos bichinhos: quanto mais parecidos, mais fácil será a adaptação! O sexo também é uma decisão importante, já que gatos machos tendem a ser mais territorialistas, e por isso, podem acabar brigando com mais frequência com outros machos.

É sempre mais fácil adaptar um filhote às novas regras, mas isso não significa que gatos mais velhos não possam se dar bem com a nova companhia. 

Check up no veterinário

Antes de tudo, é necessário checar se os dois gatos estão com a saúde e com as vacinas em dia. Isso porque diversas doenças podem ser transmitidas entre os bichinhos, com a FeLV e FiV, além de verminoses e parasitas, como as pulgas. 

A chegada do outro gato

Os gatos são animais territorialistas, e não gostam quando sentem que seu espaço está sendo invadido. Para acostumar dois gatos juntos, é preciso ter um pouco de paciência, principalmente se forem adultos. 

Nos primeiros dias, o ideal é manter os gatos em espaços separados. Mantenha o novo morador em um local fechado, como um quarto ou sala, enquanto o gato da casa tem acesso livre aos outros cômodos, como já está acostumado. Primeiro, eles vão sentir o cheiro um do outro, através da porta. Depois, o primeiro contato pode ser feito aos poucos, mas sempre com supervisão caso se estranhem e comecem a brigar. Essa divisão pode durar quantos dias forem precisos, até o tutor perceber que os felinos já estão mais acostumados com a presença um do outro.

É importante que, mesmo que estejam convivendo no mesmo espaço, cada gato tenha seus próprios objetos como caixa de areia, comedouro, bebedouro e brinquedos. 

Primeiros dias

Aos poucos, comece a deixar os gatos mais próximos um do outro por mais tempo. Interfira apenas se começarem a brigar. Nessa fase, é importante recompensar o comportamento positivo: se estão brincando e se dando bem, ofereça um petisco, sempre ao gato mais velho primeiro, para demonstrar hierarquia.

Disputa por atenção

Se você adotou um filhote, é normal que ele demande mais atenção, mas cuidado: seu gato pode ficar ciumento e considerar o novo morador uma ameaça. O ideal é tentar dar o mesmo carinho e cuidado aos dois. Dê preferência às brincadeiras e momentos em que os dois possam estar juntos com você.

Antes de adotar um novo pet, lembre-se: essa é uma decisão a longo prazo, que implica e novos custos e responsabilidade!

Acesse nosso blog e confira outras dicas para tutores de gatos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *